h1

Ambientação Old Dragon/Thunder Rift – Sessões de Jogo Parte I

10/04/2011

Por T.

Neste post, queria dissertar acerca das características das sessões de Old Dragon Thunder Rift que estamos jogando. A primeira pergunta é a seguinte: por que escolhi Thunder Rift como cenário de campanha para os jogos em que mestro Old Dragon? Por que este e não outros cenários? Senta que lá vem história.

Como no meu grupo de jogo, a periodicidade de sessões de RPG não é lá muito freqüente, e temos quatro mestres ávidos por jogo, mas pouco tempo para que cada um tenha uma campanha completa, resolvemos manter as coisas da seguinte maneira: aqueles que já tinham uma campanha em andamento dariam continuidade às mesmas, tendo prioridade na marcação dos jogos; como eu resolvi mestrar Old Dragon bem depois, e também não tinha lá tanto tempo para jogar e preparar as sessões, tive de me encaixar no grupo das campanhas curtas, a serem jogadas no intervalo de aventuras de outros mestres, ou quando estes não tivessem preparado previamente suas sessões de jogo. Dessa maneira, percebi que um sistema de aventuras one-shot intercaladas entre si, seria mais proveitoso para mim e para os jogadores, exigindo menos tempo de preparação, proporcionando uma sessão de jogo com começo, meio e fim, com o mínimo de complicações de enredo que uma longa campanha demandaria.

Assim, preparei todas as minhas sessões de modo a funcionar como capítulos de um seriado, como Caverna do Dragão, por exemplo, em que, num único capítulo, temos a introdução ao conflito a ser enfrentado pelos jogadores, o conflito/tensão propriamente ditos e por último a resolução do mesmo. Assim, em três horas, poderíamos jogar, nos divertir, encerrar a história/trama /enredo desenvolvida naquela sessão, sem se preocupar em ter que esperar por semanas, meses, para continuar com a campanha.

There comes the Thunder…..

Pensando nisso, nada melhor que um cenário pronto, de pequena extensão geográfica, todavia, com muitas idéias e ganchos para aventuras rápidas e divertidas, ao melhor estilo Old School de se jogar. Thunder Rift caiu como uma luva! Simples, com um manual básico de trinta e poucas páginas, poucas restrições de cenário e muito espaço para a criatividade do mestre. Seguindo a noção de que, quanto menos melhor, usar uma ambientação como essa me permitiria criar o suficiente para as poucas e sucintas sessões de jogo, sem nenhum estresse com história e tempo de vida do cenário, ou com o gigantismo do mesmo.

Assim, uma parte do problema foi resolvida. Agora vem a questão da aventura, da criação dos personagens e a organização das sessões propriamente ditas. Como decidi dividir este assunto em vários artigos, deixo para os próximos posts a continuação dessa história.

Saudações Rpgísticas.

Anúncios

3 comentários

  1. […] Eu prossigo com os meus jogos seriados para Old Dragon, modelo de aventuras que adotei e que vocês podem conferir https://grupokalabouco.wordpress.com/2011/04/10/ambientacao-old-dragonthunder-rift-%E2%80%93-sessoes-… […]


  2. muito legal! thiago, posso linkar seu blog no forum do OD?


    • Claro cara. Vai com fé.

      Aproveita e dá uma olhada no post sobre cartas de magia pra OD que eu fiz, aqui mesmo no blog.

      Divulguei tbm lá no OD groups.

      Um abraço



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: