h1

No último instante…

20/01/2013

Peregrino

Hoje fiz um post um pouco diferente.

Devido a questões de tempo fiz uma descrição muito breve do final da última sessão do meu grupo e por isso prometi a eles que faria um miniconto para engrandecer – merecidamente – o resultado final do esforço deles.

Então para os meu amigos, e também para aqueles que se interessarem deixo o relato.

Bom caro leitor se você demonstrou interesse de ler o relato vou antes contextualizar um pouco da história para você.

“Os personagens em fuga do exército de Yuden são contactados telepaticamente por uma jovem meio-elfa Erina. Os jogadores encontram o grupo dela que os informa que eles estão em busca da mãe de Erina que foi capturada.

Para convencer os personagens eles oferecem entre troca do resgate da mãe de Erina uma fuga segura daquele reino. Erina e seu grupo informam que a mãe dela esta presa num estranho circo que surgiu repentinamente próximo a uma pequena vila neste reino.”

No último instante

A batalha tinha se prolongado mais que o desejado, até mesmo Vandar, o distante e esnobe nobre élfico havia tomado atitudes que não eram do seu feitio.Os reforços dos guarda s orc’s chegaram acabando de vez com a possibilidade pensado pelo grupo de dizimar os guardas e depois cumprir a missão.

Ryuma, o poderoso samurais estava caído bem no fronte, Hulor hipnotizado pelas habilidades de Balder, o chefe da segurança. Nesse contexto o que o feiticeiro Aramil poderia fazer?

Vandar num ato suicida passou por entre os guardas orc’s e entre os vários golpes de machado que recebia conseguiu encontrar a estranha chave que estava sob o domínio de Ryuma e do meio daquele massacre que ocorria ele conseguiu arremessar o objeto para Hulor que se encontrava mais perto do objetivo.

Apesar de todos os esforços as circunstâncias dos eventos pareciam não melhorar, Hulor continuava hipnotizado e o esforço de Vandar ficará caído aos pés do bárbaro.

Em segundos o elfo estava no chão ao lado do seu circuntancial aliado, inconsciente. Aramil em vão tentava atrair a tenção de seus adversário e dar uma chance, por menor que seja, para seus alidos.

De repente, mais que do que de repente, uma estranha força que parece tomar apenas os bárbaro desperta Hulor, mas agora é ele que recebe a enxurradas de machadadas dos guardas orc’s, mesmo tomado por esta nova força Hulor corre em direção ao grande cubo encoberto por uma espessa manta branca, com um corte longo de sua espada no tecido o segredo é finalmente revelado.

A mãe de Erina, a meia-elfa que entrará em contato com Ryuma para pedir ajuda, não era uma elfa, tão pouco uma humana, mas sim, uma grande dragoa prateada presa pelas garras, asas e bocarra, impossibilitada de se mover. Com um movimento rápido do bárbaro bela chave encontrada por Ryuma encaixou com perfeição na fechadura da jaula desarmando a tranca e as demais algemas que a aprisionavam.

Paralizados pela presença aterradora da dragoa livre os guardas nada fazem e de que adiantaria? Com um rápido momento ela aplica um golpe com sua garra dianteira, limpando a área em torno de Ryuma e Vandar e com pata traseira ela captura Hulor, mais uma passada e era vez de Aramil estar preso em suas garras.

Com um impulso poderoso da pata que lhe restava a dragoa alça vôo para longe do combate destruía tenda principal daquele circo macabro. Já em pleno ar com um movimento rápido ela investe contra maior prédio da pequena vila que se avizinhava ao circo destruindo-o complemente resgatando o último aventureiro daquele grupo. Agora com todos reunidos a dragoa alça vôo em direção ao céu infinito para enfim desaparecer.

Dragoa Prateada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: